O golo mais bonito 2015

Na entrega da Bola de Ouro 2016, o jogador Wendell Lira ganhou o prémio Puskás, melhor golo de 2015. Ficou surpreendido, com votação de 46,7% superando Messi que teve 33,3%.
Ao subir ao palco para receber o prémio, começou por agradecer a Deus pela conquista do prémio, e à sua família.

Queria primeiro agradecer a Deus por este momento único na minha vida”. Com alegria de poder conhecer pessoalmente jogadores que considera fenomenais, que só conhecia por jogos de computador.

Prosseguindo discurso, diz: “Queria agradecer muito a minha família, à nação brasileira que votou em mim, e minha esposa e minha filha, que são tudo para mim”. A sua esposa estava a assistir no público.

Wendell aproveito para falar um pouco da história do gigante Golias e de Davi, disse ele:
Queria deixar uma passagem bíblica. Creio eu que quando Golias apareceu, todo mundo olhava para ele e falava: ‘Ele é muito forte, é muito grande, não tem como ganhar’. Davi, quando olhou para Golias, disse: ‘Ele é muito grande, não tem como errar’”.

É assim que temos que lidar com nossos problemas diários em nossa vida e é assim que agradeço a todos. Muito obrigado.”
O público presente aplaudiu perante a humildade de Wendell.