Perguntas sobre término de relações e como nos levantarmos

Deus pode perdoar-me se já tive relações sexuais com o namorado antes do casamento?

Na Bíblia, uma mulher foi surpreendida cometendo um pecado sexual e levaram-na perante Jesus. Ele não a condenou. Ele perdoou-a e disse-lhe que não pecasse mais (Jo 8, 1-11). A misericórdia de Deus é a mesma hoje do que nesse dia, por isso, procura o sacramento da reconciliação e logo a seguir a Eucaristia. Na reconciliação encontrarás a misericórdia de Deus e na Eucaristia Deus alimenta-te espiritualmente através do Seu corpo e do Seu sangue.

Dá a tua cara a Cristo e à Sua Mãe Imaculada com todo o teu coração, acolhe-te neles e eles te darão parte da sua pureza e da sua força. Oferece a Deus o teu corpo e as tuas memórias, deixando que Ele te cure. Por intermédio da misericórdia infinita de Deus e sabendo que a pureza é um presente que Ele tem para ti. Nunca é demasiada tarde para mudar e seres a pessoa que Deus te chamou a ser. Cada manhã a Sua misericórdia se renova (Lam.3:22-23).

Nas palavras de Madre Teresa de Calcutá: “O diabo pode tratar de usar as dores da vida, às vezes os nossos próprios erros, para nos fazer pensar que é impossível que Jesus realmente nos possa amar. Isto é perigoso para todos nós. E é tão triste porque é totalmente o contrário daquilo que Jesus realmente deseja e quer dizer-te. Ele não só quer que tu saibas que Ele te ama, como ainda mais, Ele deseja estar e permanecer contigo, amando-te sempre. Ele tem saudades tuas quando não te aproximas d´Ele. Ele tem sede de ti. Ama-te sempre, ainda que não te julgues digno, ou quando não és aceite pelos outros, nem por ti próprio. Ele é aquele que te aceita sempre. Só tens de o receber e de acreditar que és valiosa/o para Ele. Leva todos os teus sofrimentos aos Seus pés, presenteia-O com todas as tuas feridas, e basta que Lhe abras o teu coração para que Ele te ame assim, tal como és. Verás como Ele fará o resto.”

E se já não sou virgem?

Se perder a virgindade tem tudo a ver com o passado, a castidade tem tudo a ver com o presente e o futuro. Sem que tenha uma enorme importância o que tiver acontecido a semana passada ou o ano passado, ainda és digna de que um homem espere por ti, ou ainda és digno de que uma rapariga espere por ti. Talvez tenhas perdido a tua virgindade, ou talvez a tenham roubado. Mas continuas a ter ainda o dom de ti mesma para controlar. A partir de hoje segue uma vida pura e começa a preparar o teu presente. Afinal, não queres tu ter uma oportunidade de voltar a começar de novo?

Nunca é demasiado tarde para recuperares a tua pureza: vales o esforço e ainda que o processo seja um desafio, podes vencê-lo. Às vezes é fácil terminar com uma relação má.

Este é um testemunho real: “Depois de perder a minha virgindade não me respeitei a mim própria como antes, e a uma relação vazia seguiu-se a outra. Desde pequena queria o amor perfeito, mas depois de tudo o que fiz pensei que era a última pessoa do mundo a merecê-lo. Com o tempo, cheguei a perceber que encontrar um homem cheio de qualidades não era uma questão de sorte. Voltei a começar, elevei os meus padrões de exigência e fiz um compromisso de castidade. Agora, três anos depois, feliz e comprometida, não me perguntei uma só vez se fiz mal em ter tomado e mantido aquela decisão.”

Lembro-me de ter conhecido uma rapariga que tinha dormido com 15 rapazes em 3 meses. As suas amigas chamavam-lhe “oferecida”. Quando lhe perguntei porque é que tinha feito isso ela respondeu: “É que é divertido ir a festas e encontrar alguém para curtir.” Perguntei-lhe se, de verdade, ela gostava disso e ela respondeu-me, com lágrimas nos olhos, que não, “na realidade não é nada divertido, mas os meus pais estão num processo de divórcio e há tanta dor e ódio em minha casa… e por isso, quando eles me abraçam, ainda que por um momento, parece que me sinto como se houvesse amor. Eu sei que não é, mas ao menos sinto-me como se alguém gostasse de mim.” Isto não é ser oferecida, isto é uma mulher com um coração igual ao meu e ao teu, desejando o amor e a necessitar de ajuda.
Como é que podes sair deste tipo de vida? E que conselho darias tu ao teu futuro marido ou mulher, se nesse momento ele ou ela estivessem a dormir com alguém que tu nunca conhecerás?

A maneira mais fácil de reagir contra esta espiral de desordem afetiva: No teu coração, perdoa àqueles que te feriram e perdoa-te a ti mesmo. Vivendo a castidade contigo mesmo e em relações futuras, verás que viver com pureza cura o passado. Entretanto, não penses que tens de ter sempre um/a namorado/a. A independência e a maturidade são qualidades atractivas. Sê corajoso/a, vale a pena que te esperem, pensa já na tua futura família, respeita-a a partir de hoje e agora e isso só o consegues se te fizeres respeitar!

Como lembrança do teu compromisso e da tua nova forma de viver, podes comprar uma vela branca, deixa-a sempre junto à mesa de cabeceira do quarto, para te lembrares do teu objetivo. Se algum dia decidires casar com alguém, podes deixar que o teu marido a acenda na noite núpcias!

Como posso evitar os erros no futuro?

Mantém-te longe das situações em que ocorrem os erros com o namorado, como estar a sós em casa, num quarto durante uma festa, ou em cima de uma cama (óbvio!). A situação pode aparentar não ser perigosa, mas pode acabar em alguma coisa séria, que terias preferido evitar. Não uses drogas ou álcool, os quais são a entrada para muitos erros. Estes podem influenciar-te a fazer coisas que normalmente recusarias. Algumas pessoas usam-nos precisamente por esta razão; assim, depois podem culpar o excesso de álcool ou as drogas e não o seu comportamento.

Uma coisa é evitar uma má situação, e outra é evitar uma má relação. Assim, com respeito ao namoro usa o tempo necessário para se conhecerem e estabelecerem uma ampla amizade primeiro. Conhece e compromete-te com os teus padrões de exigência e assegura-te de que o teu namorado também os conhece, respeita e aceita. Não persigas uma pessoa que rebaixa os teus padrões e princípios e que te tirará fisicamente tudo o que aceitares dar-lhe. Tu mereces uma história melhor do que essa. Outra coisa que podes fazer é sair apenas com alguém que tu vejas que é bom na perspectiva do casamento. Se começas uma relação que no fundo sabes que não terá continuidade, estás a treinar-te para o divórcio.

Faz a pergunta: “Quanto vale o meu corpo?” Está à venda pelo preço de um jantar e de uma saída ao cinema?” Lembra-te de que alguém que rompe contigo porque não te submetes aos seus desejos, é alguém que não vale a pena desde o princípio do namoro, nunca é tarde para acabar uma relação assim.
Talvez não seja bom ler isto, mas prestem atenção que o digo como um rapaz na casa dos 20: Afasta-te de rapazes mais velhos durante a tua adolescência, raramente eles querem mais do que apenas o teu corpo.

Há nisto uma razão: as mulheres crescem e atingem a maturidade mais rápido do que os homens (Provavelmente estás a pensar, AH! Que surpresa!). Uma mulher adolescente pode estar cansada do nível de imaturidade dos rapazes da sua idade. Os homens mais velhos dão-se conta disto e têm técnicas sedutoras mais sofisticadas para agradar às raparigas. Por exemplo, podem dar-lhes um anel de promessa, ou uma prenda qualquer (uma ilusão) para que elas pensem que qualquer actividade sexual que tenham com ele é mais especial. Distracções como estas acalmam a boa intuição de uma rapariga, que, no caso contrário já teria terminado com a relação. Os rapazes mais velhos usam frases como “nunca senti nada assim por uma mulher… mas está bem se não queres ter relações por enquanto.” Algumas raparigas derretem-se ao ouvir isto porque acreditam que o rapaz realmente quer o que é melhor para elas. Na realidade, ele poderá não ter suficientes habilidades sociais para sair com uma rapariga da sua idade, e pensa que ao sair com uma mais inocente, ela não terá a maturidade, nem a confiança em si mesma para o recusar. Não é que seja um trabalho da rapariga ser polícia da sua castidade, mas o homem saberá comportar-se tanto melhor e mais cavalheiro quanto mais o exija a mulher. Obviamente, nem todos os homens mais velhos (ou todos os anéis de promessa) são maus, mas se ele é tão bom quanto tu acreditas, porque é que não encontrou uma rapariga da sua idade?

Uma palavra para os homens: Não esperes que a rapariga “te leve para o alto”. São Paulo diz aos homens que devem imitar Cristo, que decididamente aceitou morrer para salvar a sua noiva, a Igreja, do pecado (Ef. 5,25-26). O mesmo vale para um homem jovem à procura de uma esposa. Um homem verdadeiro cuida da inocência da mulher em vez de procurar maneiras de a destruir. Ele leva a alma da mulher aos braços de Deus, e não ao cativeiro do pecado. Não é por acaso que a palavra VIRTUDE, que vem do latim, significa “força masculina”. Quando um homem pratica a virtude da castidade, ele faz-se mais masculino, faz-se verdadeiramente homem. De acordo com a opinião de uma universitária: “O poder ter sexo não é o que converte um menino em homem. Qualquer um pode ter sexo. É a capacidade para controlar-se, ser dono e senhor de si mesmo, o que separa os homens dos meninos.” Dá-te, pois, conta de que a melhor mulher procura Jesus num homem, porque ele é o modelo de amor sem prisões e em total liberdade. Os homens verdadeiros vivem e amam como Jesus, desejando o céu para todas as mulheres, especialmente a sua.

No Comments

Post A Comment